Publicação mensal sobre Relações Internacionais

Israel Roberto Barnabé

Doutor em Ciências Sociais pela Unicamp. Membro do “Regional Integration Research Group” (Institute of Latin American Studies, Stockholm University). Líder do grupo de pesquisa no CNPq “Política Internacional e Processos de Integração”. Professor Adjunto IV do Departamento de Relações Internacionais da Universidade Federal de Sergipe e pesquisador do CEI/UFS e do NEPI/UFPE.

A Parceria Trans-Pacífico

A Parceria Trans-Pacífico

Israel Roberto Barnabé
Por Israel Roberto Barnabé* A Parceria Trans-Pacífico ou TransPacific Partnership – TPP é uma proposta de acordo comercial que irá envolver, inicialmente, 12 países (Estados Unidos, Japão, Canadá, México, Peru, Chile, Cingapura, Austrália, Brunei, Malásia, Nova Zelândia e Vietnã), cerca de 790 milhões de pessoas e 40% da economia mundial. Depois de alguns anos de negociação, o acordo foi assinado em 5 de outubro de 2015 e aguarda a ratificação interna dos países-membros. Evidentemente, uma proposta comercial desta envergadura gera grandes debates. Nos Estados Unidos, país-líder da proposta, democratas e republicanos estão divididos. Por um lado, a parceria condiz com o interesse nacional norte-americano no que se refere à expansão comercial do país e à intenção de diminuir a influência